Quem faz a história do PIRAPREV

Delmina Carvalho Pesseti

O amor à educação e ao próximo norteou a vida profissional e continuam a ser os princípios que movem esta educadora que mesmo aposentada, continua a espalhar o bem por aonde passa. Falamos de Delmina Carvalho Pesseti, que recebeu o PIRAPREV para contar um pouco da sua trajetória de vida.

 

Nascida em Bariri, interior de São Paulo, a caçula de seis irmãos escolheu a área da educação como forma de ajudar na construção de um mundo melhor. Em 1968, formou-se no magistério. Do casamento em 1970 vieram as duas filhas, Adriana e Cristiane. Sempre ávida e inquieta, buscando novos desafios, concluiu a faculdade de Pedagogia em 1993 e a pós-graduação em Psicopedagogia em 1997. Sempre companheira, aceitou o anseio do marido em deixar a capital paulista e mudar para Piracaia e foi assim que em 1997, o casal Luzio e Delmina se estabeleceu na cidade.

Após a transferência, Delmina exerceu a função de professora substituta pelo estado na escola Elza Peçanha de Godoy. Durante a municipalização da educação, foi aprovada em concurso público para o ensino municipal em janeiro de 1998. Ao longo dos dez anos em que lecionou em Piracaia, Delmina lembra com carinho e alegria dos tempos em que se dedicou ao ensino público. Fez a diferença pelas escolas da cidade e da zona rural por onde passou, desde a escola da Fazenda Fortaleza em que ensinou por um ano numa classe multisseriada. Na escola Thomaz Cunha lecionou por cerca de três anos. A direção escolar veio quando assumiu na EMEB Eurides Badari, no Bairro do Pião e na sequência dirigiu a escola da Estação de Canedos por um ano. Ainda na gestão do prefeito Dr. Célio Gayer, no início dos anos 2000, assumiu a direção da 1ª escola de período Integral, a EMEFEI Alziro Brandão, onde permaneceu até sua aposentadoria em 2008. Delmina fala com alegria das delícias de ser educadora, da satisfação de encontrar os ex-alunos: “Esses dias fui no banco aqui em Atibaia, e encontrei um aluno que está deixando o trabalho de bancário, pois prestou concurso para secretário de escola, fiquei encantada com a felicidade dele”.

Das muitas histórias que guarda, em especial fala do seu Fusca verde, que pelo caminho das escolas ia recolhendo os alunos, na maior alegria. Também ressalta o importante trabalho realizado pelas equipes de educação, dos colegas professores e diretores, secretários, merendeiras, enfim de todos que sempre contribuíram para que a educação e o ensino fosse prioridade no município de Piracaia.

Mesmo com a mudança para Atibaia em 2007, após problemas de saúde do marido, Delmina continuou a trabalhar em Piracaia, até se aposentar em 2008. Dedicada ao próximo, sempre conseguiu transformar a dor em amor. O falecimento do esposo em 2012, deixou uma saudade imensa, que Delmina canaliza com muita fé para o trabalho voluntario, participando ativamente do Centro de Convivência dos Vicentinos que acolhe pessoas em situação de risco.

Delmina Pesseti é assim, cheia de vida, alegria e um coração que quase não cabe no peito.

 

Sra. Benedita e o Sr. Benedito

Nesta edição do ACONTECE que encerra 2015 e dá boas vindas ao ano novo, escolhemos uma história especial para contar, uma história de trabalho, companheirismo e muito amor! O casal que protagoniza nossa entrevista combina até no nome: Sr. Benedito Corrêa Filho e Sra. Benedita de Almeida Corrêa. Com uma belíssima cumplicidade, destas que só possuem quem está prestes a completar 50 anos de união (somando o tempo de casados e de namoro, são 46 anos juntos) a Sra. Benedita ou Bene e o Sr. Benedito, mais conhecido como Dito dão um exemplo de vivacidade, alegria e simpatia.

Ambos nascidos no município de Piracaia, relembram com satisfação e orgulho o tempo de juventude que despertou o amor, consolidado através dos anos gerando os frutos mais preciosos de um casal, as filhas Rosana e Sandra, os netos Mayara e Luis Felipe e o pequeno Bernardo, bisneto e xodó da família. Foi no final da década de 60, que a paquera virou compromisso numa quermesse da cidade, Festa de São Miguel que aconteceu numa Igreja cujo nome não poderia ser mais apropriado para o enlace: Igreja das Almas.

Seguindo o curso da vida, sempre com muito trabalho e dedicação, a Sra. Benedita prestou o concurso para a Prefeitura Municipal de Piracaia em 1989 e assumiu o cargo de merendeira. Por mais de quinze anos preparou com muito amor e carinho a alimentação dos estudantes da Escola Estadual João Moraes Góes e por mais cinco anos teve o prazer de preparar os alimentos dos alunos da Escola Municipal Sílvia Amália Franco, escola que leva o nome da primeira professora da Sra. Benedita. É notável a satisfação que conta sobre o preparo da merenda e o prazer que sentia em cozinhar, além da alegria que sente ao reencontrar os antigos alunos, hoje profissionais das mais diversas áreas.

Incentivado pela esposa, Sr. Benedito foi aprovado no concurso de 1993. O excelente pedreiro, antes contratado, continuou a participar da execução de importantes obras no município de Piracaia. É com orgulho que relembra que suas mãos e dedicação estão presentes nos mais variados pontos da cidade, entre muitos destaca a restauração da Igreja do Rosário, onde firmou os azulejos da torre, tarefa que deixava a Sra. Benedita preocupada pela altura em que o marido precisava estar. Também participou da revitalização da entrada da cidade, mais especificamente da caída d’água do Santo Antônio, a fonte da Praça da Matriz e dos inúmeros pontos de ônibus ao longo da cidade. Muitas foram as obras, que pela funcionalidade, perfeita execução e dedicação contribuem para que a cidade de Piracaia se destaque pela beleza, graciosidade e bom funcionamento de suas áreas.

A aposentadoria veio no mesmo ano para o casal, em 2009 encerraram suas atividades na Prefeitura. Mas o dom da Sra. Benedita continua a encantar os paladares mais diversos e é na companhia do marido que ambos preparam quitutes deliciosos. São doces, salgados, bolos e uma infinidade de pratos que continuam a ser o reflexo do trabalho, dedicação, amor e carinho que tempera a vida deste querido casal ao longo dos anos.

O PIRAPREV agradece imensamente aos amigos aposentados, Sr. Nelson Chagas, Sra. Ilda Gonçalves, Sr. Norberto Lapelegrini, Sr. Benedito Corrêa Filho e Sra. Benedita de Almeida Corrêa que contribuíram com suas histórias de vida para que o ACONTECE cumpra seu objetivo de reconhecer e valorizar as pessoas e profissionais que se dedicaram ao desenvolvimento e crescimento de Piracaia. À todos vocês, nosso MUITO OBRIGADO!!!

Norberto Lapelegrini

A história de Piracaia se funde com a história de muitos homens e mulheres que contribuíram de forma efetiva para o desenvolvimento do município. Conhecer e reconhecer estes personagens é a forma mais bonita de compreender a história e dimensionar os avanços que tornaram possível o progresso de Piracaia. O PIRAPREV, nesta edição, foi ao encontro do Sr. Norberto Lapelegrini para conhecer a história e o trabalho deste piracaiense que dedicou sua vida profissional ao desenvolvimento e crescimento do município. Nascido em 28 de janeiro de 1949, Sr. Norberto foi ferroviário até o fechamento da estrada de ferro em idos de 1965. Designado para a Prefeitura Municipal, em 1968, trabalhou como comissionado até realizar concurso público em 1972 e assumir o cargo de lançador de finanças. Com o desenvolvimento da cidade novos desafios surgiram, e como homem de visão Sr. Norberto teve participação decisiva nos avanços dos sistemas de gerenciamento que possibilitaram melhoria e agilidade nos serviços da Prefeitura. No setor de Obras seu trabalho e dedicação também foram fundamentai no atendimento às demandas que surgiam como a ampliação do perímetro urbano, rede de esgotos entre tantos outros feitos. Atuou em muitas frentes, sempre preocupado com o progresso e bem estar da comunidade, foi membro de inúmeros júris, e voluntário na administração da Santa Casa. A aposentadoria veio em janeiro de 1999, mas o Sr. Norberto ainda tinha muito a contribuir, de forma que permaneceu mais 12 anos como servidor do legislativo, na Câmara de Vereadores. Com um exemplar papel cumprido e uma vida dedicada a servir o município e a população, este homem de fibra, dedicado, persistente e de princípios, hoje aproveita sua merecida aposentadoria ao lado da companheira Hilda, das filhas, filho e netas. O PIRAPREV agradece o carinho com que foi recebido pelo Sr. Norberto e Sra. Hilda e pela oportunidade de poder compartilhar a história deste filho de Piracaia que tanto contribuiu para o progresso da cidade.